The Black Eyed Peas.
Videos:
Tudo começou em Los Angeles em 1988,
quando Will.i.am e Apl.de.Ap se
conheceram na adolescência e fundaram
um grupo de dança break, o Tribal Nation.
Depois de um certo tempo, decidiram parar
de apenas dançar e começar a cantar. Daí
nasceu o Atban Klann, com o qual Will e Apl
assinaram um contrato com a Ruthless
Records, com o selo do rapper Eazy E. Só
que, acabaram sendo ofuscados pelo
gangsta rap, um estilo musical que se
expandia muito naquela época. Eles
gravaram um CD que nunca foi lançado e
qualquer chance de sucesso na Ruthless se
desvanesceu quando Eazy-E morreu de
AIDS, em 1995. Will e Apl repensaram tudo
e fundaram o Black Eyed Peas, agora com
o amigo de festas e companheiro, o MC e
dançarino Taboo. Três anos depois, o
grupo de hip hop acrescentou a backing
vocal Kim Hill e lançou seu primeiro álbum,
Behind the Front (1998), que teve
participação da cantora Macy Gray. O
sucesso do BEP não ia além do mundo hip
hop de Los Angeles, até que o segundo
álbum, Bridging the Gap (2000), atraiu mais
atenção graças a participação de grandes
estrelas do hip-hop como Wyclef Jean e,
novamente, Macy Gray. Black Eyed Peas
em turnê. Mas o estouro mundial viria em
2003, quando o álbum Elephunk foi
lançado, com a entrada da vocalista Fergie,
substituindo Kim Hill. A entrada de Fergie
na banda foi curiosa. Na turnê de Bridging
the Gap,chamaram-na para cantar no palco.
A loira subiu e soltou a voz, o que agradou
muito os fãs. Nisso,Kim Hill acabou
desistindo. O primeiro single do álbum,
Where is the Love, contou com a
participação do astro Justin Timberlake e
ganhou vários discos platina e ouro em
alguns países. Também mostraram seu
gosto pelo Brasil na canção "Sexy", que
usa samples de "Insensatez", uma bossa
nova de Tom Jobim. O sucesso foi tanto
que o grupo ficou um ano e meio em turnê
mundial, passando pelo Brasil em julho de
2004, e gravando um novo álbum,
denominado Monkey Business, durante os
intervalos da viagem. Em Junho de 2009, o
grupo lançou um novo álbum, The E.N.D.
(Energy Never Dies) e "The Beginning" em
2010.
Explosion.    Ritmo.